Salão do Artesanato Paraibano comercializa mais de 75 mil peças e arrecada R$ 1,6 milhão

Com um total de 101.024 visitantes registrados, a 31ª edição do Salão do Artesanato Paraibano, que teve como tema “Metal que vira arte” e foi realizada de 10 de janeiro a 02 de fevereiro deste ano, superou expectativas. De acordo com balanço do Programa do Artesanato Paraibano (PAP), foram comercializadas 75.111 peças que integraram a exposição, resultando em R$ 1.614.855,20 em vendas. Além disso, foram recolhidos 3.402 kg de alimentos não perecíveis, que serão doados a instituições de caridade.

O Sebrae Paraíba dividiu a criação do Salão do Artesanato Paraibano com o Governo do Estado, por meio do PAP. Nesta edição, pela primeira vez, o coletivo de negócios criativos, No Balaio, fruto de uma consultoria da instituição, participou do evento, reunindo 13 marcas locais de artesanato contemporâneo. Ao todo, o Salão de Artesanato contou com a participação de 300 expositores, que representam mais de 3.800 artesãos de 46 municípios de todas as regiões da Paraíba.

 

“Ao término do 31º Salão do Artesanato Paraibano, só temos a agradecer a Deus e atestar, mais uma vez, que a união faz toda diferença. Todo o sucesso desse evento se deve a parceria com o Governo do Estado, ao PAP, aos artesãos e ao público”, afirmou a analista técnica do Sebrae Paraíba, Sandra Duarte, destacando que as palestras realizadas pelo Sebrae e outros parceiros foram bastante prestigiadas.

 

“Não temos palavras para descrever nossa satisfação em termos superado todas as expectativas dos resultados do 31° Salão do Artesanato Paraibano. A palavra hoje é gratidão a Deus, ao governador João Azevedo e a presidente de Honra do PAP, Ana Maria Sales Lins, pela confiança no nosso trabalho, aos artesãos que construíram conosco essa trajetória de sucesso, a equipe do PAP, que fez tudo com garra, determinação e compromisso, aos parceiros que toparam o desafio e a todos os paraibanos e turistas que nos visitaram e prestigiaram esse evento que, com certeza, ficará na história”, afirmou a diretora do PAP, Marielza Rodriguez.

 

O Salão do Artesanato da Paraíba contou com parcerias do Iesp Faculdades, Empreender-PB, Jucep, Procon-PB e Cagepa, além de arquitetos que ambientaram voluntariamente os espaços. Doze artesãos que trabalham com peças em metal foram homenageados, entre eles, o artista plástico, escultor e artesão Wilson Figueiredo; o artesão João de Deus; a artesã Rosicler Fontana que trabalha com a fabricação artesanal de diversos tipos de facas; e o casal Humberto Heleno e Maria Miguel.

 

Fonte: Secom Paraíba